Gallup: O instituto pioneiro nas pesquisas eleitorais modernas

Sede Gallup
4/5 - (4 votes)

Desde os primórdios dos movimentos democráticos, os candidatos buscam informações sobre a situação de suas candidaturas, a intenções de voto e as probabilidades de vitória.

Sendo assim, é natural que institutos e técnicas sejam criados e contestados pelos concorrentes.

Os primeiros levantamentos eleitorais conduzidos de forma sistemática que se tem notícia, datam de 1916. Foram conduzidos pela revista americana The Literary Digest. Naquele ano, a revista apontou corretamente a vitória de Woodrow Wilson para presidente dos Estados Unidos.

Capa Litery Digest Pesquisa de Opinião

Utilizando de extensa mala postal, obtida através de listas telefônicas e registros de automóveis, a revista enviava milhões de cédulas aos eleitores, e no retorno, computava as opiniões expressas.

Com base nesse procedimento, a Litarery Digest acertou o resultado de quatro eleições presidenciais consecutivas. Tornou-se referência em pesquisas de opinião.

Nas eleições de 1936, embalada pelo sucesso das previsões acertadas nas cinco eleições passadas, a revista postou dez milhões de cédulas, e obteve retorno de 2,3 milhões de eleitores.

A “amostra” lhe credenciou prever a vitória do republicano Alf Landon sobre o democrata Franklin Roosevelt, por 57% a 43%.

Capa Time Gallup

A nova abordagem proposta por Gallup

Na época, o conhecido sociólogo George Gallup, afirmou que a Digest estava errada, e quem iria ganhar as eleições seria Roosevelt. Afirmou ainda que seria por uma diferença de 12 pontos percentuais – 56% a 44%. Para chegar a tal valor, Gallup afirmou ter realizado apenas 3.000 entrevistas.

O sociólogo foi desafiado pela população e veículos de mídia da época. Em contra ofensiva, se prontificou a devolver todos os salários que recebera até então se seu resultado estivesse equivocado, tamanha era a confiança em sua técnica.

Gallup Logo

Abertas as urnas, o resultado surpreendeu a muitos. Roosevelt ganhara as eleições por 61% a 37%. George Gallup se tornou uma celebridade instantânea, passando a ser referência internacional em pesquisas de opinião.

Em análise post-hoc, evidenciou-se que a amostra utilizada pela revista estava viesada, uma vez que os proprietários de telefones e carros faziam parte de um segmento da população mais propenso a votar em Alf.

O ocorrido serviu de lição para todos os envolvidos com pesquisas de opinião. O fator determinante para o sucesso é a representatividade da amostra, e não o seu tamanho.

Sede Gallup

Até hoje o Instituto Gallup é referência mundial em pesquisas.

A companhia possui 30 escritórios espalhados pelo mundo, e de 1936 até 2008 acertou todos os resultados eleitorais americanos, com exceção do pleito de 1948. Um resultado notável para um instituto com quase um século de existência.

Saiba mais

Se interessou? Saiba mais sobre pesquisas eleitorais clicando no botão abaixo!

Gostou do nosso conteúdo?

1 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para o topo