Características do empreendedorismo corporativo: Entenda como implementar essa estratégia em seu negócio

5/5 - (1 vote)

Com o mercado cada vez mais competitivo, as empresas têm investido em novas estratégias para engajar seus clientes e vencer a concorrência!

O fomento do empreendedorismo corportativo tem sido uma das soluções encontradas pelas organizações para melhorar seus procesoss internos e, consequentemente, aprimorar seus produtos, serviços e atendimento.

Continue sua leitura para entender mais sobre essa estratégia atual e relevante no mundo dos negócios!

O que é o empreendedorismo corporativo?

O empreendedorismo corporativo é também o que podemos chamar de intraempreendedorismo. Esse processo consiste em perceber e utilizar o talento de funcionários com aptidão, incentivando-os a empreender dentro da instituição em que trabalham.

O interessante desse processo é que os colaboradores são estimulados a desenvolver suas habilidades e ideias no empreendedorismo em conjunto com a empresa, possibilitando o crescimento conjunto de ambas as partes.

No empreendedorismo corporativo, os funcionários atuam como líderes focais do seu próprio trabalho, buscando crescer dentro da instituição. Afinal, esse modelo de atuação permite que os colaborados da firma possam evoluir por meio de um plano de carreira.

O empreendedor corporativo está presente em todos os níveis hierárquicos, podendo ser o próprio dono, os gerentes, os coordenadores ou qualquer outro funcionário.

Dentro da firma, o intraempreendedorismo impacta positivamente, uma vez que engaja várias pessoas, em seus respectivos cargos, a pensarem em conjunto de maneira empreendedora. Isso faz com que novos olhares e percepções sejam analisados constantemente, promovendo mudanças à corporação.

De acordo com uma pesquisa realizada pela Global Entrepreneurship Monitor (GEM), quatro entre dez brasileiros são empreendedores. Com isso, é possível perceber como muitos brasileiros possuem o perfil de empreendedor!

Muitas vezes, grandes potenciais estão escondidos dentro de uma empresa, visto que não é dada a oportunidade para os funcionários explorarem esse perfil. É com esse intuito que o empreendedorismo corporativo surge, sendo utilizado como uma ferramenta para fomentar o lado empreendedor de toda a equipe!

Quais as vantagens de aplicar o empreendedorismo corporativo?

Quando o sistema de empreendedorismo corporativo é implementando o empregado exerce sua proatividade e se sente valorizado por possuir espaço para discutir suas ideias, questionar, opinar sobre os processos internos e externos do dia-a-dia e aperfeiçoar os procedimentos.

O comportamento do funcionário se modifica quando ele passa a se ver como agente colaborador para o crescimento próprio e da empresa.

Para isso, a firma precisa estimular e assegurar a continuidade desse ciclo. Além disso, os responsáveis também devem estar sempre atentos para os novos talentos que surgirão. Assim, será possível direcioná-los da melhor maneira possível.

Buscar motivar os funcionários e fazer com que se sintam ouvidos são fatores essenciais para que sua empresa sobreviva no mercado.

Quanto mais pessoas buscarem melhorar os procedimentos da instituição, mais novidades e um melhor atendimento serão apresentados constantemente aos clientes. Por esse motivo, é importante que o empregador:

  • Estabeleça um plano de carreira;
  • Acompanhe os salários de acordo com o mercado e com o desenvolvimento do funcionário;
  • Observe e reconheça as habilidades de cada colaborador;
  • Esteja atento e aberto a ouvir novas ideias e a discuti-las;
  • Valorize os resultados obtidos pelo time empresarial.

O empreendedorismo corporativo em grandes instituições

Podemos citar alguns cases de sucesso, exemplos reais de empresas que se beneficiaram do empreendedorismo corporativo. Aqui, apresentamos dois gigantes do mercado, a Google e o Facebook.

Google

Que a Google detém o buscador mais famoso do mundo e oferece várias funcionalidades e aplicativos para seus usuários todos sabemos. Mas o que nem todos conhecem é que, em questões coorporativas, a empresa também apresenta inúmeras inovações.

Seus funcionários têm 20% do tempo de trabalho disponível para desenvolver novas ideias. Foi com essa iniciativa que um dos colaboradores criou o Gmail – um dos web-emails mais utilizados no mundo e um grande destaque dentro dos produtos oferecidos pela Google.

Facebook

O Facebook, criado e gerido por Mark Zuckerberg, foi um marco para as redes sociais e inaugurou, talvez, a funcionalidade mais utilizada em todas as redes sociais que vieram após ele, o botão de “like”.

O “like”, ou “curtir”, virou uma referência de validação no mundo inteiro e foi criado a partir de ideias de funcionários por meio do empreendorismo coorporativo.

Mais um caso onde é possível ver o impacto positivo que o intraempreendedorismo pode causar.

Os exemplos citados são de gigantes no mercado e trazem um vislumbre do quão grande essas ações podem impactar, mas não pense que apenas grandes empresas podem se beneficiar desse processo. Mesmo sendo um negócio pequeno, a insitutição tem muito a ganhar com esse sistema de gestão de pessoas.

Características do empreendedorismo corporativo

Como podemos identificar o profissional com perfil de empreendedor? Quais são as características buscadas quando se pensa nesse tipo de funcionário?

O empreendedor coorporativo se destaca por uma série de competências apresentadas no dia-a-dia de trabalho, confira algumas dessas habilidades a seguir.

1.      Liderança

O profissional com perfil empreendedor naturalmente transparece liderança no trabalho que executa, exercida de uma forma conjunta com sua equipe.

Esse funcionário também sabe se planejar e dar prioridade as demandas que aparecem de maneira harmônica.

Um profissional com perfil de líder possui bom senso de urgência e missão. Dessa forma, consegue organizar quais demandas precisam de maior dedicação e possui mais facilidade em atingir as metas da empresa.

A responsabilidade é outra característica que faz parte de um bom líder. Portanto, o empreendedor corporativo tem o diferencial de atuar como se a empresa fosse dele, auxiliando a equipe e assumindo responsabilidades sobre os processos.

2.      Comunicação

O empreendedor coorporativo tem a capacidade de ser o elo de comunicação dentro da empresa, independente do cargo ocupado por ele.

Assim, o funcionário com esse perfil é capaz de transmitir sua mensagem de forma clara e objetiva, de engajar as pessoas em suas funções e de motivá-las, fazendo-as trabalharem em prol de um denominador comum.

3.      Visão sistêmica

A visão sistêmica é a habilidade de observar o seu entorno no ambiente de trabalho, e, além disso, conseguir compreender quais são e como funcionam os processos internos e externos da empresa, qual a função de cada colaborador e como a instituição se organiza.

Essa característica é muito notável em momentos de resolução de problemas. Geralmente, o colaborador com perfil de empreendedor corporativo também possui bastante proatividade e consegue se posicionar dentro da estrutura da empresa.

É importante que todos os funcionários desenvolvam essa habilidade, a fim de melhorarem a capacidade analítica e administrativa dentro da firma.

4.      Espírito inovador

Dentre as várias qualidades apresentadas pelo colaborador, o espírito inovador se torna a força motriz do desenvolvimento interno. Isso acontece, pois esses profissionais, além de contribuírem com inovações, também conseguem avaliar e ajustar as necessidades empresariais que aparecem no dia-a-dia, melhorando também o sistema administrativo interno.

Essa característica pode ser desenvolvida e melhorada quando trabalhada em equipe. Por isso, é interessante que esses momentos de discussão e compartilhamento de ideias sejam promovidos e incentivados dentro de todos os setores da instituição.

Um colaborador com espírito inovador pode vir a aumentar a produtividade da empresa e de seus colegas, trazendo melhorias para todos.

5.      Ousadia

O ousado é a pessoa que olha para o novo, vê além do que é mostrado e muitas vezes propõe mudanças.

Essa característica não está ligada ao desmazelo ou à instabilidade, mas sim às ações mais arriscadas baseadas em muito planejamento e estudo. A ousadia tem espaço, porém com limites atribuídos a ela.

Estimular a ousadia no ambiente de trabalho promove o questionamento, a exposição de ideias e a disposição para enfrentar desafios.

A presença da ousadia também é muito importante em momentos de transição da empresa, uma vez que profissionais munidos com essa característica serão capazes de dar novos ares e interpretações à mudança.

6.      Criatividade

A criatividade também é outra qualidade que um empreendedor corporativo costuma demonstrar.

Diferente, porém complementar ao espírito inovador, a criatividade é uma ferramenta de trabalho que deve ser estimulada e valorizada em momentos de discussão de ideias e novas propostas.

7.      Flexibilidade

Por estar em uma posição inerente de liderança, o empreendedor corporativo precisa ser flexível.

Trabalhar com pessoas diariamente e lidar com as diferenças encontradas em cada um dos colegas pode não ser uma tarefa fácil. Entretanto, o colaborador flexível, além de compreender as demandas individuais dos funcionários, também consegue modular e ajustar as peças para que todos desempenhem seus papéis de maneira satisfatória.

Um profissional flexível não tem medo da novidade e está sempre disposto a entender as mudanças promovidas pela empresa. Isso faz dele um facilitador, mostrando o lado positivo que vem junto com os períodos de transição.

8.      Foco

Pode ser difícil para um colaborador manter o foco em determinados objetivos e tarefas, porém, para o empreendedor corporativo, essa qualidade é parte do seu dia-a-dia.

Esses profissionais tem a necessidade de serem organizados, de terem rotina e de manterem a atenção em cada uma das tarefas realizadas. Dessa maneira, são capazes de colocar em prática todas as suas ideias e inovações da maneira mais efetiva possível.

Avalie a percepção do cliente sobre sua empresa

Como vimos, ao fomentar o empreendedorismo corporativo em sua empresa, seus funcionários passarão a desenvolver habilidades cada vez mais valiosas, que com certeza serão percebidas por seus clientes.

Ou seja, quanto mais o intraempreendedorismo for valorizado, mais mudanças efetivas e positivas serão implementadas em sua firma, gerando melhores produtos e serviços.

Mas como saber se essas mudanças estão de fato agradando os consumidores? Não seria ótimo entender o que sua clientela está achando de seu atendimento e de seus produtos?

Visando solucionar essas questões, o serviço de cliente oculto surge justamente para fornecer a você a percepção do público a respeito de seu negócio.

Assim, esse serviço oferece à sua empresa uma análise criteriosa sobre os pontos positivos e negativos observados nos diferentes setores da instituição. Com isso, é possível implantar as melhorias necessárias e estratégias ainda mais efetivas, com o objetivo de captar e fidelizar mais clientes!

Para saber mais, entre em contato com um de nossos especialistas. Ficaremos felizes em ajudá-lo!

Gostou do nosso conteúdo?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para o topo