Como montar uma franquia? 10 passos para abrir uma franquia de sucesso

5/5 - (1 vote)

Abrir uma franquia é uma das opções mais seguras para empreendedores menos experientes, mas com muita vontade de fazer um negócio acontecer, sendo uma excelente oportunidade para quem quer começar a sua caminhada em busca da liberdade financeira e de flexibilidade de horários.

Mas, claro, para se abrir uma franquia, é necessário que o empreendedor conheça bem todos os trâmites envolvidos nesse processo, a fim de analisar inteligentemente qual o melhor negócio a ser feito.

Se você quer entender mais sobre como montar uma franquia, esse texto é para você. Boa leitura!

O que é uma franquia?

A franquia é uma unidade de um negócio administrada por um franqueado, que possui os direitos de uso da marca e o know-how de uma franqueadora.

Para isso, a franqueadora autoriza o uso da sua marca e presta suporte ao franqueado. Por sua vez, o franqueado paga taxas e uma participação mensal do seu retorno financeiro, que chamamos de royalties.

Após adquirir uma franquia, o empreendedor compra todo o modelo de negócio que a franqueadora estabeleceu, seguindo à risca o que foi estabelecido pelos donos da marca e sua estrutura de suporte.

Como funciona o sistema de franquias?

O sistema de franquia é organizado em conjunto e conta com o franqueador e o franqueado.

De um lado, está quem desenvolveu a marca e tem a experiência de mercado, do outro, está quem quer investir na expansão da empresa e deseja contar com o suporte de uma instituição sólida.

O franqueador

É quem criou a marca do zero e deseja possibilitar sua expansão a partir do sistema de franquias.

O franqueador elabora um documento que define todos os direitos e deveres dos envolvidos e quais instrumentos legais serão aplicado no processo de abertura de novas unidades de sua empresa.

Além disso, é recomendado ter uma boa reserva monetária para cobrir custos com implantação e burocracias legais.

O franqueado

É quem decide empreender em uma marca já existente.

O franqueado deve formalizar o seu trabalho de acordo com o modelo de negócio da franqueadora e é preciso, a partir da criação de uma empresa, emissão de notas fiscais e todos os procedimentos necessários para que a legislação seja devidamente contemplada.

Em relação ao investimento a ser feito, o valor deve cobrir as despesas com montagem da loja, capital de giro, estoque inicial e manutenção da loja durante os primeiros meses.

Montar uma franquia pode ser um excelente negócio, com risco de perda de capital baixo e retorno rápido. No entanto, vale lembrar que, mesmo contando com um nome e com uma marca já estabelecidos no mercado, o franqueado deve ter disposição para o trabalho, uma vez que os lucros dependem inteiramente de seu rendimento.

Como montar uma franquia do zero?

Mas, afinal, como montar uma franquia? Confira nossas valiosas dicas a seguir!

1.      Invista no que você realmente gosta

Busque trabalhar em algo em que você se sentirá realizado.

O retorno financeiro é fundamental para dar sustentabilidade ao negócio, mas o que realmente vai te manter motivado é a sua paixão por operá-lo.

2.      Avalie seu perfil empreendedor

Faça uma autoanálise e identifique em qual segmento de mercado você se adequa antes de decidir onde investir.

É possível optar por franquias de alimentação, franquias de serviços, ou buscar atuar no setor de casa e construção, moda, entre vários outros.

Conheça as diferentes possibilidades no sistema de franquias antes de ir para o próximo passo.

3.      Pesquise opções de franquias

Depois de escolher seu segmento, escolha uma franquia para investir.

Observe a concorrência em sua região, para, assim, escolher uma marca capaz de se adequar ao mercado e captar o público-alvo esperado.

Também busque por uma empresa pela qual você se identifique.

Quando se pesquisa amplamente as franquias de um determinado segmento, nota-se que há modelos de negócios para todos os tipos de empreendedores. Opte por aquele que mais o satisfará.

4.      Entre em contato com as franqueadoras

Ao contatar as franqueadoras, é possível colher mais informações sobre os modelos de negócio, faturamento e custos.

Geralmente, existe um formulário no site da franquia para que o interessado preencha com seus dados e região onde deseja atuar. Enviado o formulário, os responsáveis da franqueadora já irão fazer contato.

5.      Avalie a COF (Circular de Oferta da Franquia)

A Circular de Oferta da Franquia é um documento desenvolvido pelo franqueador que apresenta todas as condições gerais do negócio, principalmente em relação aos aspectos legais, obrigações, deveres e responsabilidades das partes.

Deve ser criterioso, claro, conciso e completo. Analise com muita atenção esse documento.

De acordo com a Lei de Franquias, o empreendedor possui um tempo mínimo de 10 dias para ler e assinar a COF. Esse prazo evita que a franqueadora faça pressão sobre o investidor para fechar logo o contrato.

6.      Verifique a reputação da marca

Uma pesquisa básica na internet, como no site Reclame Aqui, já irá fornecer a você informações importantes sobre como é a atuação da empresa junto aos seus clientes.

Da mesma forma, essa pesquisa também poderá lhe informar se há problemas na justiça relativos à franqueadora junto a franqueados e ex-franqueados.

7.      Converse com outros franqueados

A franqueadora irá fornecer as principais diretrizes sobre o modelo do negócio e suas características gerais, mas alguns detalhes podem passar despercebidos, só sendo notados mais tarde.

É importante fazer uma troca de informações com outros franqueados com o objetivo de compreender sobre o suporte oferecido pela franqueadora e se as informações fornecidas por ela condizem com a realidade.

8.      Realize um planejamento financeiro

Algumas franqueadoras fazem financiamento da taxa de franquia e cabe ao empreendedor analisar se o investimento cabe no seu orçamento.

No entanto, o mais aconselhável é ter um investimento inicial para seu novo empreendimento.

Busque algo que esteja de acordo com o seu capital. Cuidado para não desregular sua saúde financeira e colocar a perder um negócio que ainda nem começou!

Você precisa de tempo até as coisas andarem, então, todo esse planejamento é importante para manter as contas em ordem.

9.      Adquira sua franquia

Após passar por todas essas etapas, esteja seguro de que a franquia escolhida está mais próxima de seu perfil e de que será a prazerosa para trabalhar.

Isso é importante, uma vez que um novo negócio exige muita dedicação e tempo. Escolha o modelo que mais se parece com o seu sonho!

10.  Siga as orientações da franqueadora

Você recebe da franqueadora um plano de negócios que deve ser seguido fielmente. Eles irão te orientar quanto à estética da loja, treinamento de funcionários e outros detalhes que são fundamentais para melhor execução do projeto. Esteja disposto a seguir tudo o que for proposto!

Deseja se tornar um franqueado?

Um dos setores que mais cresce no Brasil é o de energia solar. Com baixo risco e alta lucratividade!

Assim, uma excelente opção para você que está começando seria investir em empresas como a Portal Solar – maior portal de energia solar do país, com mais de 500 mil acessos por mês, gerando negócios para toda a rede.

Entre em contato clicando aqui e seja um franqueado!

Já é um franqueado?

Se você já possui uma franquia e deseja saber se a impressão dos clientes a respeito de sua unidade tem estado conforme o esperado, o serviço de cliente oculto é perfeito para você!

Essa estratégia oferece ao seu negócio uma análise criteriosa sobre os pontos positivos e negativos observados nos diferentes setores da instituição. Assim, é possível implantar as melhorias necessárias e estratégias ainda mais efetivas, com o objetivo de captar e fidelizar mais clientes!

Para saber mais, entre em contato com um de nossos especialistas. Ficaremos felizes em ajudá-lo!

Gostou do nosso conteúdo?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para o topo