Pesquisas eleitorais e publicidade online

Pesquisa de Opinião Pública e Publicidade Online
5/5 - (3 votes)

Já falamos aqui sobre como pesquisas qualitativas e quantitativas são fundamentais para definir estratégias vencedoras para políticos e candidatos. E hoje, vamos aprofundar um pouco mais sobre como esses levantamentos são poderosas ferramentas quando aliadas à publicidade online no Google, Facebook, Instagram e Youtube.

A grande vantagem da publicidade online é a possibilidade de micro segmentação. Como essas plataformas possuem dados específicos dos usuários, como sexo, idade, escolaridade, interesses e hábitos de consumo, é possível mostrar peças de marketing extremamente personalizadas.

Com a reforma política para as eleições de 2018, agora o impulsionamento pago de publicações está permitido. Na visão do Instituto OPUS, essa é uma grande oportunidade para os candidatos otimizarem suas estratégias de campanha e reduzirem o custo unitário por voto.

Utilizando pesquisas eleitorais na estratégia digital

As pesquisas de opinião pública são muito úteis na formulação da estratégia digital. Com os dados obtidos junto aos eleitores, é possível identificar quais os segmentos da população possuem maior aceitação ao candidato.

Por exemplo: Caso seja observado que os homens entre 18 e 25 anos e moradores da cidade X estão indecisos com relação ao voto para deputado, é possível planejar uma ação de mídia voltado apenas para esse público.

Em uma pesquisa bem conduzida, também serão abordados os temas que influenciam na decisão do eleitor. Assim é possível criar peças gráficas de alto resultado voltadas especificamente a esse público, abordando suas dores e propondo soluções aos seus problemas. Para entender mais sobre pesquisas, sugerimos esses livros sobre o tema.

E vamos supor que na mesma pesquisa eleitoral, foi identificado que os eleitores do sexo feminino e com mais 45 anos já estão votando em massa no candidato em questão. Assim a estratégia de campanha digital seria apenas peças de campanha voltadas à presença digital. Ao melhor estilo que não é visto não é lembrado.

Ambas as campanhas digitais podem ser veiculadas ao mesmo tempo. A comunicação altamente segmentada permite a adequação do discurso às situações únicas que cada setor do eleitorado necessita. Não é mais necessário fazer apenas poucas peças de campanha de amplo espectro.

A gestão dessa estratégia altamente eficaz deve ser compartilhada entre a área de pesquisas e o setor de comunicação da campanha política, como é detalhamos no organograma de campanha eleitoral.

Saiba mais

Conheça o trabalho do Instituto OPUS na área de pesquisa eleitoral. Entre em contato conosco. Ficaremos felizes em ajudar!

Gostou do nosso conteúdo?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para o topo