Co-branding: O que é e quais suas vantagens?

4/5 - (1 vote)

Já pensou em fazer uma parceria com outra marca para gerar mais valor ao seu negócio?
Essa estratégia é chamada de co-branding e pode trazer grandes vantagens a sua empresa!Pensar em possibilidades inovadoras como essa é essencial para alcançar seus objetivos e metas de crescimento.

Acompanhe esse artigo até o final para saber tudo sobre o assunto!

O que é co-branding?

Branding, é significa gestão da marca. Mas e co-branding?

Co-branding é a união de duas marcas, visando realizar a junção de seus respectivos públicos para oferecer uma experiência única através de um produto ou serviço.

Essa estratégia ser tornou ainda mais presente de acordo com as exigências do mercado competitivo, que exige criatividade das marcas para atrair seus consumidores.

O segredo para o sucesso do co-branding é tornar a parceria boa para ambas as partes. As empresas envolvidas precisam ganhar algo com a colaboração e agregar valor ao outro.

Vantagens de fazer o co-branding?

As vantagens do co-branding vão além de parcerias de marketing e vendas, uma vez que também contribuem positivamente para a imagem que o público e o mercado têm do seu negócio.

Entre outras vantagens, podemos citar:

  • Geração de valor à marca;
  • Fidelização dos clientes;
  • Aumento da popularização da marca;
  • Diferenciação dos concorrentes;
  • Redução de custos;
  • Aumento da visibilidade da empresa;
  • Aumento de vendas e ganhos financeiros.

Se sua meta for o impulsionamento das vendas, é preciso observar as necessidades do mercado para compreender como combinar as qualidades, valores e competências das marcas envolvidas. Assim, é possível gerar resultando efetivos e trazer ainda mais vantagens ao seu negócio!

Como fazer um co-branding de sucesso?

No co-branding, a sua marca e seus produtos ficarão vinculados àquele lançamento. Por isso, é preciso que os empreendimentos envolvidos estejam alinhados desde o início do projeto, para que consigam gerar valor para ambos.

Separamos pontos que são fundamentais no momento de criar um co-branding. Confira a seguir:

Pesquise a marca parceira

Se sua empresa tem valores abertamente definidos, é ideal que seu parceiro também tenha. A solidez e tamanho da marca são importantes, mas não são tudo.

Um bom exemplo foi o caso da propaganda da Friboi contratando o cantor Roberto Carlos (vegetariano) para comer carne. A propaganda acabou repercutindo de forma negativa, pois as ideias não estavam condizentes com os valores carregados por um dos lados da parceria.

Fica claro que é necessário o alinhamento de valores para que não haja nenhum desapontamento por parte do público.

Tenha um bom planejamento

Após concluir que determinada marca realmente é a ideal para agregar valor ao seu negócio, inicie o planejamento. Ele deve ser feito cuidadosamente, tendo em vista que pode haver um conflito de interesses durante o processo.

Nessa etapa, recomendamos o uso da ferramenta 5W2H, que consiste em responder 7 perguntas básicas:

  • What? — O que estamos buscando? (qual o objetivo da campanha);
  • Why? — Por que devemos fazer? (o motivo por trás da campanha);
  • Where? — Onde vai ser realizada? (por exemplo, o canal de lançamento e de vendas);
  • When? — Quando vai ser concluída? (prazos de cada etapa);
  • Who? — Quem vai ser responsável? (definir o “líder” de cada uma das tarefas);
  • How? — Como será feita? (detalhar processos e ferramentas a serem utilizadas);
  • How much? — Quanto vai custar?

Faça sua campanha

Coloque em ação tudo que você organizou até aqui. O co-branding é uma prática com alto potencial de êxito e é preciso arriscar para alcançar os melhores resultados.

Mas lembre-se: seja estratégico e criterioso. Analise cada fator de risco e de sucesso, elabore um planejamento completo e execute com qualidade e competência todas as etapas traçadas.

Riscos do co-branding

Assim como qualquer outra estratégia de marketing, o co-branding possui riscos.

Todos os alinhamentos são importantes e necessários para a efetividade dos processos, como a definição do público alvo, da mensagem a ser abordada na campanha e dos valores das empresas.

Entretanto, devemos ter muita atenção com um fator especial: seu parceiro. Ele precisa ser adequado com a imagem de sua empresa e as equipes de ambas as marcas deve estar muito bem alinhadas.

Um bom exemplo de uma ação falha de co-branding foi o lançamento da Telesena de Páscoa com a Banda Restart, em 2012. O público alvo da Telesena não é compatível com o público alvo da Banda Restart: adolescentes e crianças que, por sinal, não poderiam sequer comprar o produto. A legislação vigente proibia jovens abaixo de 16 anos de comprar títulos de capitalização. A Telesena ainda oferecia brindes, como figurinhas da banda. No entanto, o resultado foi a proibição da propaganda pelo CONAR (Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária).

Exemplos de co-branding para você se inspirar

Confira a seguir algumas ações de co-branding bem sucedidas!

Doritos e Taco Bell

As duas empresas possuem o mesmo público alvo – jovens que gostam de junk food. Além disso, o novo produto criado entre as duas empresas possuía um sabor indescritível, agradando intensamente quem realmente aprecia as marcas em questão.

Em apenas três anos, 1 bilhão de DLTs (Doritos Locos Taco) foram vendidos, provando o brilho estratégico da fusão.

Rick & Morty e Pringles

A batata mais consumida do mundo se uniu com um dos desenhos adultos mais assistidos: os dois possuem milhares de fãs e a junção em edição limitada trouxe grande euforia ao público.

Para quem não conhece as duas marcas, a união pode ter soado estranha. Ainda assim, Rick e Morty são conhecidos por suas colaborações autênticas, que sabem conquistar a clientela.

Nike e Apple

Tênis compatíveis com um chip desenvolvido pela Apple que, ao ser inserido no calçado, registra dados durante a corrida e envia as informações automaticamente para o iPod ou iPhone do usuário.

A novidade mais recente da parceria foi o lançamento de uma linha de relógios digitais, a Apple Watch Nike+. Os smartwatches têm pulseiras esportivas exclusivas da Nike e telas mais brilhantes. Eles também são resistentes à água e têm integração total com o aplicativo Nike+ Run Club.

É claro: todas essas parcerias trouxeram euforia ao público e muito lucro às marcas envolvidas!

Redbull e GoPro

Ambas as empresas estão ligadas a um estilo de vida aventureiro, esportes de ação e desafios extremos.

A gestão de marca das duas companhias foi muito bem-sucedida e gerou uma ação acompanhada por milhares de pessoas: GoPro e Red Bull patrocinaram o salto de um paraquedista que quebrou o recorde de maior altitude de todos os tempos. Felix Baumgartner saltou de um balão atmosférico a 38 quilômetros da superfície terrestre, em 2012. A experiência foi registrada com câmeras GoPro acopladas ao corpo do paraquedista.

Avalie suas estratégias de co-branding

Você já faz uso de estratégias de branding e deseja saber a percepção dos consumidores sobre a sua marca?

A avaliação por cliente oculto é a solução perfeita para você!

Esse serviço oferece à sua empresa uma análise criteriosa sobre os pontos positivos e negativos observados nos diferentes setores da instituição. Assim, é possível implantar as melhorias necessárias e estratégias ainda mais efetivas, com o objetivo de captar e fidelizar mais clientes!

Para saber mais, entre em contato com um de nossos especialistas. Ficaremos felizes em ajudá-lo!

Gostou do nosso conteúdo?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para o topo