Métricas: A importância de quantificar informações para uma empresa

Ter informação sobre o que fazemos é importante em todos os aspectos da vida. Imagine se as provas e trabalhos de uma faculdade fossem feitos e o estudante não tivesse nenhum feedback como recebe por meio das notas? Seria impossível medir o aprendizado, saber se as estratégias de estudos estão sendo efetivas e reparar os erros.

No ramo empresarial o cenário não é diferente. Obter e comparar resultados é essencial para verificar o andamento de campanhas, identificar tendências, corrigir problemas etc.

Todas essas questões podem ser realizadas a partir do estudo de métricas. Entenda mais sobre essas medidas lendo este artigo.

O que são as métricas?

As métricas são medidas quantificáveis que servem para avaliar resultados de um processo, ação ou estratégia de marketing.

Ter esses dados concretos e quantificáveis em mãos permite a empresa seguir um data driven marketing– marketing orientado a dados. Assim, com as informações obtidas, é possível conduzir as análises de mercado, as tendências e o relacionamento da empresa com os clientes.

As medidas devem ser o ponto inicial para a tomada de decisões da empresa. Por exemplo, imagine que uma empresa de TV por assinatura realize uma campanha promocional com desconto de 40% para certo pacote para clientes que já assinam algum plano. A taxa de expansion, que mede a receita adicional obtida de clientes existentes, é a métrica que irá indicar para a organização se a estratégia foi bem-sucedida e se deverá continuar.

Qual a diferença entre métricas e KPIs?

Os KPIs, indicadores chave de performance, são criados a partir das métricas. Enquanto estas são informações sobre certa ação, os KPIs são os resultados. Ou seja, um dá continuidade ao outro e os indicadores chavesão tão importantes quanto as métricas.

O número de leads da base da empresa é uma métrica e o custo de aquisição por lead (CPL) é um KPI, por exemplo. Outros KPIs importantes são os indicadores de capacidade, produtividade e qualidade.

Quais são as métricas e KPIs mais utilizados?

As métricas e KPIs são geralmente ligados diretamente ao marketing digital. Isso acontece porque, no ambiente virtual, tudo pode ser medido e quantificado.

Conheça algumas medidas muito utilizadas no marketing digital:

  • CPL (custo por lead): um KPI utilizado para medir quanto a empresa gasta para obter um lead via inbound marketing.
  • CAC (custo de aquisição do cliente): KPI que mensura quanto a empresa gasta para obter um novo cliente.
  • Ticket médio: métrica que mostra o valor médio de vendas da empresa em um período de tempo, geralmente contabilizado em mês. Com isso, a medida é capaz de apontar o quanto a equipe de vendas está sendo efetiva.
  • LTV (customer lifetime value): esse KPI mostra o quanto um cliente gerou de receita para a corporação durante todo o seu período de relacionamento com ela. O LTV serve para apontar quais estratégias de marketing atraem os melhores clientes.
  • ROI (retorno sobre o investimento): esse KPI mostra a receita que uma ação de marketing gera e é excelente para mensurar a efetividade das campanhas realizadas.

Além das quantificações citadas, existem outras diversas mensurações. Churn, expansion, KPIs de engajamento em redes sociais, tráfego orgânico e proporção de tráfego por lead são outras medidas importantes de serem analisadas.

Para saber um pouco mais sobre essas métricas, clique aqui.

Por que utilizar as métricas?

Além de permitir que tudo seja mensurado, quantificado e analisado, as métricas trazem melhoras operacionais e reduzem custos de campanhas. Dessa forma, a empresa tem a possibilidade de focar em estratégias eficazes de marketing e de parar de realizar aquelas que não são efetivas.

Medir os prós e contras das estratégias realizadas proporciona o aumento da receita e estabilidade empresarial. Algumas das vantagens concretas e diretas das métricas são:

  • Identificação e solução de problemas operacionais;
  • Aumento da fidelização de clientes;
  • Medida dos pontos fortes e fracos das estratégias;
  • Clareza de visão em novas oportunidades e como fazê-las;
  • Tomada de decisão estratégica.  

Quais métricas devo utilizar em minha empresa?

Primeiramente, é preciso pensar no que a empresa deseja analisar. Dessa forma, é possível escolher a métrica ou KPI mais eficiente para a situação.

O que a organização deseja saber?

Quantas pessoas visitaram o seu site com a nova publicidade?  Valeu a pena investir nessa publicidade levando em conta a quantidade de clientes novos obtidos?

Perceba que mesmo girando em torno da mesma ação de marketing, é possível analisar diversos aspectos e, para isso, medidas distintas devem ser utilizadas para mensurar os resultados.

Dessa forma, costuma-se dividir os tipos de métricas e KPIs em três etapas: atração, conversão e receita.

Atração

O grupo de medidas que se encaixam no quesito atração dizem respeito ao comportamento da audiência.

Saber a quantidade de visualizações que o seu site obteve em determinado período ou analisar quantas pessoas viram os seus stories organicamente no Instagram comparado aos stories de outra semana são medidas importantes e relacionadas à audiência.

Conversão

Serve para medir quantas pessoas foram convertidas pelas estratégias da empresa.

Se na atração você analisa quantas pessoas visualizaram os seus stories, na conversão é verificada a quantidade de visitas que o seu perfil recebeu por meio daquele story.

Receita

A partir do momento em que um cliente já foi atraído e convertido pela empresa, ele deve gerar alguma receita.

Logo, as métricas de receita medem custo de aquisição de clientes, receita mensal, ticket médio, entre outros importantes aspectos.

Quais ferramentas usar para mensurar as métricas?

Após definir os objetivos, chega a hora de escolher as ferramentas que irão gerar dados a partir das métricas.

Observa-se que os profissionais de marketing possuem preferência pelas ferramentas digitais abaixo:

  • Google Analytics: a ferramenta gratuita do Google possibilita reunir e analisar as informações de desempenho do seu site ou aplicativo, como número de visitas, palavras-chave, tempo de navegação e páginas mais acessadas.
  • Google Search Console: esse mecanismo do Google irá te fornecer informações de ranqueamento do site no índice de pesquisas. Dessa forma, você poderá avaliar melhor o uso de palavras-chave, entre outros tópicos interessantes.
  • SEMrush: a plataforma é extremamente completa e eficiente para avaliar estratégias de ranqueamento de pesquisas no Google. Você poderá obter informações sobre indexação do site e “popularidade” de palavras-chave, por exemplo.

Deseja analisar o desempenho da sua empresa?

Se você deseja entender o desempenho da sua empresa no mercado em que ela se encontra, além da utilização de métricas e KPIs, deve-se também analisar a opinião do público com relação a sua firma, além de verificar como anda o relacionamento da companhia com os clientes.

Uma ótimas solução para analisar esses dados são as avaliações por cliente oculto!

Esse serviço irá oferecer à sua empresa uma análise criteriosa sobre seus pontos positivos e negativos, além de indicar o que deve ser melhorado e quais as melhores estratégias a serem empregadas.

Para saber mais, entre em contato com um de nossos especialistas. Ficaremos felizes em ajudá-lo!

Gostou do nosso conteúdo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para o topo